Opiniões alheias? Não, obrigada!

domingo, fevereiro 19, 2017


Pois é, todas nós, seja qual for o contexto, já nos sentimos rodeadas por pessoas que simplesmente não nos fazem bem. 

E porque raio continuamos a deixar que isso aconteça? É aí que está a questão! 

Eu até à algum tempo atrás deixava que muita gente opinasse sobre a minha vida. O que não me apercebia é que as pessoas que mais opinam são aquelas que menos nos ajudam e, na maior parte das vezes, as que menos se importam. E é isso que devemos perceber para começarmos a mudar a nossa atitude perante elas!


  Ter decisão própria! 

Já pensaram na quantidade de vezes que podem ter deixado de fazer algo porque a Joana achou que era uma parvoíce? Ou porque a Maria vos disse que não iam conseguir? Pois bem, e se vocês tivessem simplesmente dito "é a minha vida e eu é que sei!"? O que teria mudado? Provavelmente tudo. 

Estamos numa era em que toda a gente compete com toda a gente nem que seja por uma uva passa. Há pessoas sem noção, sem escrúpulos, que se acham a última gota no deserto e que se aclamam melhor que todas as outras. Mas sabem o que é isso? Muita falta de autoestima não demonstrada. 


Analisem essas pessoas!

Eu não tinha essa ideia até alguém me ter alertado para esse facto e eu ter começado a analisar. E realmente pude comprovar que era verdade. Ao longo deste tempo aprendi que não importa se outra pessoa se acha superior porque conseguiu uma promoção no trabalho, um emprego melhor, uma formação mais rápido, se conseguiu perder os quilos dos quais vocês também se querem livrar pois o que vos torna melhores que elas é a vossa individualidade. Há pessoas que se acham fenomenais e vos esfregam na cara as suas conquistas na esperança de que isso vos afecte. Mas e daí? Quem lhes disse que vocês têm os mesmos objectivos que elas? Quem lhes disse que vocês querem o mesmo? Lá por a Joaquina ser super bem sucedida no emprego dela não quer dizer que vocês não se possam despedir e serem tão ou mais bem sucedidas que ela no futuro! Se a Julieta vai casar? Não quer dizer que lá por vocês serem solteiras não são tão ou mais felizes que ela! 

Para todas as pessoas os mesmos cenários têm contextos diferentes! E se vocês se deixarem enganar pelo que vos tentam dizer e pela quantidade de gente que vos tenta demover então não vão conseguir. 

Lembro-me como uma lição que um dia me tentaram "empurrar", deitar abaixo e fazer-me crer que eu nunca iria ser capaz. Pois eu fiz e dei eu um valente "empurrão" de volta. Porque ninguém tem o direito de vos tentar enfraquecer. Lembrem-se que os vossos maiores críticos, muitas das vezes, são os vossos maiores "fãs"! Caso contrário não se iriam tentar meter na vossa vida! 


Curiosidade não é amizade

Posso dizer-vos com todas as certezas que as minhas maiores amizades são aquelas feitas de apoio e transparência! São baseadas em conselhos genuínos e não em críticas infundadas só para terem o que dizer e opinar! Aquelas pessoas que só querem saber da vossa vida para falarem de vocês aos outros e vos poderem criticar não são vossas amigas. São pessoas curiosas e sedentas de arranjarem mais uma vida alheia para tema de conversa no café.


Ser diferente é ser "forte"!

Para mim sabem quais são as pessoas mais fortes? São as que dizem "fodam-se os estereótipos e o que os outros dizem, vou fazer o que quero e ser feliz!". Porque meus amigos, aqueles que falam de boca cheia e se apresentam como os de topo, mais fortes, mais felizes, mais bem sucedidos e mais tudo... São os menos. São apenas os mais mal resolvidos com eles próprios, caso contrário não precisariam de tentar convencer ninguém!

E mais vale ser diferente e feliz do que ser só mais um a fingir ser o que não é! Porque há quem viva só para mostrar e gritar aos sete ventos que tem um carro xpto, uma casa de três andares, mil viagens pelo mundo e rios de dinheiro para gastar. E há quem viva calado mas seja muito feliz só com "amor e uma cabana"... Pois no final de contas, isso é tudo o que importa! 

You Might Also Like

5 comentários

  1. Gostei imenso desta tua abordagem Daniela. Esta é a minha grande batalha em relação ás pessoas...fazê las ver precisamente isso.
    Adorei. Para ler, reler e nos deixarmos inspirar por ti.
    Beijinho
    elisaumarapariganormal.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada querida! É bom saber que há mais pessoas a pensar assim. É sem dúvida uma batalha mas que só nos torna mais fortes no final!
      Um grande beijinho*

      Ps: o meu nome é Ana xD

      Eliminar
    2. Eu estou tola hoje só pode. Desculpa Ana ...quando estou super cansada troco me toda. Mil desculpas e mil beijinhos ☺️

      Eliminar
  2. Gostei tanto, mas tanto deste texto!! Infelizmente há muitas pessoas destas que nos rodeiam e nem sempre nos apercebemos logo. Toda a gente devia ler isto!!

    Mil beijinhos,
    Life with Ju

    ResponderEliminar
  3. Na minha adolescência senti isso... Depois comecei a perceber que se não me faziam bem, não valiam a pena! O que fiz? CAGUEI e andei! Mais vale poucos amigos mas bons do que muitos e maus.
    Beijinho*

    ResponderEliminar

Subscribe